Saber mais sobre cogumelos silvestres!

img_3249

Saber mais sobre cogumelos silvestres!

No passado dia 17 de novembro os alunos do 9º ano do Agrupamento de Escolas Gomes Monteiro deslocaram-se até ao Boticas Parque para assistir a uma aula com um cenário e uma temática um pouco diferente do habitual.

A Associação Celtiberus realizou um workshop sobre cogumelos silvestres com o objetivo de dar a conhecer aos jovens este recurso natural, a sua importância e a sua valorização económica. Permitiu também a aprendizagem de algumas técnicas de identificação e boas práticas de apanha bem como dar a conhecer as potencialidades dos cogumelos silvestres na nossa região.

O workshop teve uma componente teórica para enquadrar os alunos na temática, ficando a conhecer a classificação dos cogumelos silvestres, as técnicas de identificação, as suas aplicações como a culinária e a farmacêutica, e as boas práticas de recolha de cogumelos. Seguiu-se uma componente prática com saída de campo nos bosques do Boticas Parque para apanha e identificação de cogumelos silvestres com auxílio de um guia de identificação.

Com a chegada do outono está aberta a “caça ao cogumelo”, prática esta que já remonta a tempos antigos. Tradicionalmente a recolha de cogumelos estava restrita ao autoconsumo das populações rurais e os conhecimentos sobre cogumelos estavam assentes nos “saberes” que eram de conhecimento de poucos. Hoje em dia os cogumelos silvestres são um produto capaz de aumentar a receita da floresta devido a um maior interesse e conhecimento sobre o tema.

Num país onde se registam acidentes na sua maioria mortais, por ingestão de cogumelos é de extrema relevância criar ações que promovam o conhecimento sobre cogumelos silvestres e estimulem o interesse e o gosto por este recurso natural. Muitas vezes a apanha de cogumelos é feita sem regras pondo em risco a proteção e preservação das espécies de cogumelos silvestres. É importante também inserir a comunidade escolar para alertar a população para a proteção destes recursos naturais.

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *