A arte da Falcoaria – Uma prática ancestral

Falcoaria 8

A arte da Falcoaria – Uma prática ancestral

A Associação Ambiental e Cultural Celtiberus (AACC) organizou, no passado dia 4 de março, uma sessão de esclarecimento sobre falcoaria de modo a informar e criar condições a potenciais falcoeiros e amantes das aves de presa da região norte de Portugal.

A associação Celtiberus foi a impulsionadora desta ação tendo como intenção trazer esta mui nobre arte para terras de Barroso contando para isso com apoio do formador João Levi Almeida, antigo falcoeiro e entendido nas várias artes medievais. Tendo como objetivo a dinamização da região de Barroso a associação encontra nesta arte ligações ao antigos povos celtas que habitaram esta região, sendo também uma modalidade de caça sustentável e um ofício que cumpre na integra com a missão desta instituição aliando a cultura à gestão sustentável dos recursos naturais. Esta iniciativa que contou com casa cheia para ouvir falar do tema pretende como principal objetivo criar um grupo de interessados para a iniciação desta modalidade de caça, em aberto ficou a possibilidade de criação de mais iniciativas ligadas tema.

Na sua generalidade todos os participantes saudaram a iniciativa, demonstrando interesse em mais iniciativas com vista à formação específica e apoio na iniciação desta arte no Boticas Parque, espaço de eleição com estruturas para apoiar com dignidade esta arte classificada como património imaterial da humanidade.

A interioridade e a constante perda de população do interior do país leva muitas vezes a que estes temas de sustentabilidade dos recursos sejam debatidos, a AACC conhecedora deste problema trabalha diariamente para criar uma oferta diversificada na região de forma a atrair cada vez mais visitantes que valorizem a natureza a economia rural e os produtos de montanha que esta região oferece.

  • ????????????????????????????????????
  • ????????????????????????????????????
  • ????????????????????????????????????

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *